Comissão realiza audiência para prestação de contas da Fazenda

Audiência Pública apresenta Prestação de Contas do 1º quadrimestre do Município de Imperatriz do ano de 2021

Os vereadores receberam nesta manhã de quarta-feira, 25, o secretário adjunto da Secretário de Planejamento, Fazenda e Gestão Orçamentária, Ely Samuel e o contador geral, George Allysson, representando o secretário Josafan Júnior, na Audiência Pública de apresentação dos Relatórios Resumidos da Execução Orçamentária do Município de Imperatriz, referente ao 1º quadrimestre do ano. A audiência foi conduzida pelo vereador Wanderson Manchinha (PTB) e realizada por meio da Comissão Permanente de Orçamento, Finanças e Contabilidade da Casa e a data da próxima audiência de prestação de contas, do 2º quadrimestre, já foi marcada para o dia 09 de dezembro.

Com questionamentos e sempre priorizando a transparência, o relatório foi disponibilizado para o público que acompanhava os trabalhos na Casa e seguindo as diretrizes estabelecidas na Lei de Responsabilidade Fiscal, com os demonstrativos das receitas e despesas do município. Até o final do ano, está previsto para ser arrecadado mais de 924 milhões nas receitas correntes da Prefeitura de Imperatriz.

De acordo com o secretário adjunto, o sistema tributário do município passa por uma modernização que aos poucos é implementada e possibilita a melhora e avanços importantes que trazem mais agilidade no trabalho dos profissionais da contabilidade e proporcionam mais qualidade nos serviços prestados à população.

“ O novo sistema para emissão de nota fiscal, por exemplo, visa melhorar o setor tributário e a arrecadação do Município, frente às várias deficiências apresentadas pelo anterior”, explicou Ely que lembrou que a Prefeitura recebeu nota 9,4 em recente avaliação do Tribunal de Contas do Maranhão no quesito transparência pública.

O vereador Adhemar Freitas Junior (SDD) abordou sobre os problemas constantes na plataforma de emissão de documentação da prefeitura e comentou sobre a lacuna existente ainda no sistema que não apresenta com exatidão as dívidas existentes no município. Já o vereador Bebé Taxista (AVANTE) solicitou esclarecimentos sobre os valores apresentados de maneira mais didática para que a população possa compreender a apresentação esplanada.

O vereador Zesiel Ribeiro (PSDB) salientou que a apresentação relata os valores até abril deste ano, não do ano todo e lembrou que o mais importante da audiência e “que interessa para o povo é saber o que tem de receita o que está sendo gasto pela Prefeitura”.

O vereador Jhony Pan (PL) solicitou informações sobre os empréstimos consignados feitos pelos servidores da prefeitura e que, segundo o que lhe foi passado, não são mais descontados de forma automática, gerando dificuldades destes funcionários com os bancos. De acordo com o secretário adjunto, tal problema já foi verificado e está sendo sanado.

Por fim, o vereador Wanderson Manchinha (PTB) questionou sobre o planejamento para baixar o percentual de gastos de pessoal e atingir os 54% previstos. A equipe da Prefeitura esclareceu que a própria União flexibilizou as cobranças para adequação do quadro atual por entender que com as dificuldades causadas pela pandemia da COVID-19 ocorreu queda de arrecadação, desequilibrando a balança.

  • 25/11/2021 14:00:00
  • Fabio Barbosa
  • Karoline Tragante